Estruturação do
Terço dos Homens Mãe Rainha
O Terço dos Homens é um movimento leigo, ligado ao Movimento apostólico de Schoenstatt, tendo como dirigente espiritual o pároco, a ele devendo obediência, e procurando se harmonizar com os demais serviços da paróquia.
Estruturação da Equipe Coordenadora
Estruturação da Equipe Coordenadora

A Equipe Coordenadora deverá ser formado por uma equipe de coordenação geral e uma equipe de apoio.

a) Equipe de coordenação - deverá ser formada por até sete membros com as seguintes funções:

  • Programar as reuniões de orações;
  • Cuidar da formação religiosa do grupo na espiritualidade do Movimento de Schoenstatt;
  • Programar as atividades religiosas;
  • Orientar a implantação do Terço dos Homens em outras comunidades;
  • Zelar pelo crescimento e unidade do grupo, com atitudes e serviços;
  • Tomar decisões sobre qualquer medida ligada sobre o Terço dos Homens;
  • Fazer encontros periódicas para programar as reuniões de orações (Terço) e outras atividades relacionadas a evangelização e serviços do grupo.

b) Equipe de apoio - deverá ser formada por pessoas, para cada dirigente, com as seguintes funções:

  • Auxiliar a equipe de coordenação nas reuniões de orações;
  • Auxiliar a equipe de coordenação nas implantações do Terço dos Homens em outras comunidades;
  • Auxiliar a equipe de coordenação nos serviços e evangelizações acordados nas reuniões;
  • Zelar pelo crescimento e unidade do grupo, com atitudes e serviços;
  • Contribuir com ideais para a melhoria do Terço e dos outros assuntos.
Como fazer uma reunião da Equipe
Como fazer uma reunião da Equipe de Coordenação e Apoio
  1. Oração inicial;
  2. Leitura do texto bíblico;
  3. Reflexão do texto bíblico;
  4. Palavra do padre;
  5. Programação da reunião de oração (terço);
  6. Assuntos gerais.
Programar as reuniões de oração
Programar as reuniões de oração (terço)
  • Os membros dirigentes de cada terço deverão ser indicados pela seguinte ordem:
  • Um para a abertura, intenções, ato penitencial e reflexão do Evangelho (ou um para abertura e Ato Penitencial e outro para o Evangelho);
  • Um para o oferecimento, reza do terço, e agradecimento, convocando todos para a consagração cantada a Nossa Senhora;
  • Um outro (bom comunicador) para os avisos e mensagens finais.
Sugestões de assuntos gerais
Sugestões de assuntos gerais
  • Debater todos os problemas que estejam acontecendo no Terço, tais como melhoria no Ato Penitencial, reflexões do Evangelho e comunicações gerais;
  • Analisar o comportamento das pessoas participantes apresentando suas sugestões e criticas;
  • Programar as reuniões de evangelização para a equipe dirigente e de apoio e ouvir as necessidades de evangelização do grupo em geral;
  • Orientar a assembléia como rezar o terço, pois muitos dos presentes, apesar da boa vontade, não o rezam corretamente.
Como organizar a Equipe Coordenadora
Como organizar a Equipe Coordenadora
  1. Sob coordenação do Pároco deverá ser formada uma equipe dirigente, a qual organizará as noites de oração, escolhendo os cânticos; indicando quem coordenará o Ato Penitencial, a reflexão sobre o Evangelho, a reza do Terço e as mensagens finais. O sacerdote poderá fazer o possível para estar presente a fim de ouvir as confissões.
  2. Fazer uma eleição para Coordenador da equipe, Vice Coordenador, Secretário, Relações Públicas e alguma outra função que julgar necessária.
  3. Montar um calendário de atuação para cada dia do Terço, indicando quem coordenará na semana, quem rezará o Terço e quem ficará no apoio. A coordenação do Terço deverá ser feita a cada semana por um membro da equipe, a fim de não se tornar repetitivo.
Outros assuntos
Outros assuntos

Obs.: nunca deixar de contar as presenças, como também de incentivar que os mesmos tragam mais um para o próximo.

Periodicamente, se comunicar com a Equipe da Coordenação Nacional, que é a responsável pelo bom andamento do Terço, onde o mesmo estiver implantado, informando alguma dificuldade, dando-nos sugestões, se houver, e, nos informando o número de presenças para que possamos ter um controle geral sobre quantas pessoas rezam o Terço na semana em todo o País.

Sempre que possível contar com a presença de uma pessoa que possa conduzir a parte musical, e informar aos presentes qual a página e a música que será cantada no momento. É também, de suma importância que o condutor do Terço faça uso do microfone, somente na introdução das orações como, por exemplo, no Oferecimento do Terço. O mesmo da o início e deixa que a assembléia dê continuidade para servir de incentivo a participação de todos. Assim deverá ser em todas as outras orações, como também, deverá haver incentivo a que todos participem dos cantos.

Poderá também ser concedido no final do Terço um espaço de tempo para alguém que tenha um testemunho a dar, desde que este testemunho seja relacionado ao Terço e que não seja muito longo para não passar do tempo de duração que deverá ser de uma hora, como já foi dito.

Procurar sempre que possível cumprir com o tempo estipulado.

Como diz no Manual do Terço, o Evangelho poderá ser substituído algumas vezes, por um texto que sirva de reflexão para todos e que tenha cunho religioso.

Importante
Importante

Sempre no final, pedir às pessoas que se encontram pela primeira vez que levantem o braço e fazer uma saudação com canto e palmas. É importante como incentivo, e pedir que sempre tragam mais um.

design schoenstatt terço dos homens eventos estrutura cadastro grupos hino links contato home