November 1, 2019

August 25, 2019

Please reload

Posts Recentes

60 perguntas sobre o Terço dos Homens

November 1, 2019

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Um Advento unidos ao Pai e PROFETA

December 10, 2017

 

 

“Eis que envio o meu mensageiro a tua frente, para preparar o teu caminho. Esta é a voz daquele que grita no deserto: ‘preparai o caminho do Senhor, endireitai suas estradas!” (Mc 1, 2-4)

Dulcineia e Volmir Froner – Nesta caminhada de preparação espiritual da segunda semana do Advento, a Igreja nos convida ao sacramento da Reconciliação, que nos devolve o amor de Deus que havíamos perdido pelo pecado, é um convite veemente para o reencontro pleno com Deus, à conversão plena; pois Deus está sempre pronto a nos perdoar, a nos acolher como filhos, a nos oferecer esse espírito novo que gera vida nova e permite viver seus ensinamentos com fidelidade.

É preciso correr riscos, aceitar despojar-se do egoísmo, do comodismo, do materialismo para percorrer o caminho de volta ao Pai, de volta a vida nova.

“Preparai os caminhos…”

A exortação do profeta João Batista à conversão nos leva a meditar: Qual seria a melhor maneira de preparar esse caminho que busca a reconciliação com Deus? Quais são as curvas, os vales que precisam ser alterados, os montes que precisam ser abatidos, os caminhos que precisam ser endireitados para que Deus possa chegar ao nosso encontro? Como posso transformar meu coração para que o caminho seja mais brando, suave e agradável a Deus?

“Endireitai suas estradas!”

O Advento é tempo favorável para limpar o terreno, preparar o caminho e endireitar a estrada para o renascimento de Cristo, permitindo que Ele nasça no íntimo da nossa vida. O Advento é um tempo especial, tempo de atitudes concretas, virtudes nobres, exigências ao máximo, exame de consciência, contribuição ao Capital de Graças, esforço pela autoeducação, encorajamento para pequenas ou grandes mudanças de vida. É preciso correr riscos, aceitar despojar-se do egoísmo, do comodismo, do materialismo para percorrer o caminho de volta ao Pai, de volta a vida nova.

 

Ano Kentenich – Um advento na perspectiva do Pai e Fundador como Profeta

“Profeta é um homem de Deus em cuja alma se realizou a invasão do divino. O profeta é a pessoa, o homem empolgado, tomado pela missão divina. É o enviado, o mensageiro, o renovador do mundo” (José Kentenich).

“O profeta é um enviado, um ungido que recebeu o dom para o serviço do santo povo fiel de Deus. […] não nos fiemos de nossa própria força, mas confiemo-nos sempre à misericórdia de Deus. Vigilância, perseverança na prece, no cultivo da vida interior são os pilares que nos sustentam” (Papa Francisco).

A atuação dos profetas na Igreja de hoje é necessária, é a intervenção do divino. Deus suscita homens com missão extraordinária para a Igreja e o Pe. Kentenich foi e continua sendo um instrumento de Deus para nós e para nosso tempo, um sinal vivo da presença de Deus Pai. Ele viveu constantemente na luz divina, na confiança divina e na força divina, anunciando Cristo por meio de Maria e preparando nosso caminho ao Pai. Foi incansável em exaltar a misericórdia de Deus e o amor infinito de Deus Pai por nós, seus filhos prediletos. “O Pai me ama como a pupila dos seus olhos” (Dt 32, 10). Ele nos apresentou a boa nova para anunciá-la e vivê-la por meio de Maria. Um caminho novo, fácil, direito, glorioso, triunfal… uma caminhada espiritual, uma nova experiência do amor e da bondade de Deus, através de Maria, a co-redentora do plano do Pai. Ela quer ser nossa auxiliar, assim como foi com Cristo, para endireitar o que está torto em nossa vida, para nos ajudar a preparar e seguir o caminho.

O que o Pai e Fundador diria a nós hoje?

“Com Maria, cheios de alegre esperança e certos da vitória, rumo ao tempo novíssimo…”
Pe. Kentenich considerou sua missão anunciar ao mundo o mistério de Maria. “Minha missão era e é de anunciar ao mundo o mistério de Maria, anunciá-lo ao nosso tempo com a missão específica que Ela tem para o tempo atual a partir se seu Santuário de Schoenstatt”.

Nosso Pai e fundador dizia muitas vezes: “Até o fim de minha vida não anunciarei outra mensagem a não ser a invasão do divino na Família”.

E nós, o que lhe diríamos?

Que até o fim de nossa vida, não podemos anunciar e viver outra coisa senão a invasão do divino na pessoa e missão profética de nosso Pai e Fundador. Pois, pela Aliança de Amor, estamos incluídos nessa missão do Fundador. Como propósito concreto para esta semana do Advento somos impelidos a meditar sobre a missão deixada por nosso Pai e Fundador, foi ele um profeta enviado por Deus, rumo aos tempos novíssimos. Assim como a antiga Capelinha de São Miguel foi preparada para ser um lugar de graças, também queremos preparar o nosso Santuário Coração para o Cristo que renasce neste Natal. Somos, portanto, desafiados a aprofundar-nos no pensamento e na missão profética do Pe. Kentenich para assumi-la e para colocá-la em prática em todos os âmbitos onde atuamos.

Sejamos audaciosos! Cultivemos e preparemos as melhores flores de nosso jardim espiritual para o Milagre da Noite Santa! Só assim sentiremos a plena alegria de, a exemplo de João Batista anunciar a vinda do Salvador. E o nosso coração deverá pulsar de entusiasmo em anunciá-lo novamente!

 

Foto: Pilgerzentrale Schönstatt

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
© 2017 Terço dos Homens Mãe Rainha
  • Flickr Social Icon
  • Instagram ícone social