November 1, 2019

August 25, 2019

Please reload

Posts Recentes

60 perguntas sobre o Terço dos Homens

November 1, 2019

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

IV Encontro do Terço dos Homens Mãe Rainha reúne centena de membros no Recife

 

A paróquia de Nossa Senhora das Graças, no Engenho do Meio, acolheu na manhã deste domingo, 11/03/18, o IV Encontro Arquidiocesano Terço dos Homens Mãe Rainha. A programação teve início às 7h, com a recepção a centenas de membros do Terço dos Homens Mãe Rainha das paróquias que integram a Arquidiocese de Olinda e Recife.  

 

Enfocando o tema Homens do Terço: Sal e luz na Igreja e na sociedade, a programação do encontro ofereceu ainda a palestra “Sal e Luz”, ministrada pelo diretor espiritual arquidiocesano do Terço dos Homens, padre Carlos Alberto Pereira de Souza. Em sua explanação, o padre Carlos Alberto destacou que cada cristão, leigo e leiga, é chamado a ser sujeito eclesial, é convidado a contribuir para a renovação da Igreja.

 

Atento à palestra, o integrante do Terço dos Homens Mãe Rainha da paróquia São João Batista, no bairro do Sancho, Antônio César, confirmou que é preciso se dedicar às atividades da Igreja. Ele atuou por doze anos como coordenador do Terço dos Homens Mãe Rainha no Sancho e sentiu a necessidade de se afastar da coordenação para se aperfeiçoar nos estudos eclesiais e cursou faculdade de Teologia. “Concluí o curso em 2017 e neste ano estou retomando as atividades no THMR. Participar do Terço dos Homens é uma experiência transformadora e a gente tem de dar o bom exemplo”, ensina Antônio César.

 

O encontro foi encerrado com a Santa Missa, presidida pelo padre Josenildo Tavares, coordenador das Pastorais da Arquidiocese e concelebrada pelo vigário episcopal do Vicariato Várzea, monsenhor Paulo Sérgio Monteiro, pelo padre Freire, vigário paroquial da paróquia do Rosário na Várzea e pelo padre Carlos Alberto Pereira de Souza. Os representantes dos Terços dos Homens Mãe Rainha trouxeram os banners e bandeiras do movimento de suas paróquias, deixando a matriz das Graças repleta de homenagens à Mãe Rainha.

 

 

Em sua homilia, o padre Josenildo Tavares salientou que a Quaresma é o tempo oportuno à purificação: “Deus nos convida a fazer uma “faxina interior”. O padre Josenildo lembrou ainda que o Terço dos Homens tem de propiciar uma transformação de coração. Antes da bênção final da Missa, o coordenador arquidiocesano do Terço dos Homens Mãe Rainha, Antônio Brainer, informou aos presentes que o IV Encontro Arquidiocesano do Terço dos Homens Mãe Rainha vai acontecer em 2019 no vicariato Igarassu. O vigário episcopal do Vicariato Várzea, monsenhor Paulo Sérgio Monteiro, agradeceu a todos pela participação e deixou claro que a paróquia das Graças esta sempre de portas abertas para sediar estes encontros e momentos de oração.  

 

História do Terço dos Homens Mãe Rainha (THMR) – Surgiu inicialmente como grupo de oração, no Santuário da Mãe Rainha, em Ouro Preto, Olinda e depois, foi expandido para movimento apostólico, no ano de 2007. No âmbito arquidiocesano, o Terço dos Homens Mãe Rainha conta com mais de 3.600 membros e encontra-se presente em mais de cem grupos, instalados nas paróquias da Arquidiocese de Olinda e Recife. Vale destacar que a experiência do Terço dos Homens Mãe Rainha no santuário em Olinda foi pioneira e abriu as portas para a devoção se multiplicar para os demais santuários do Brasil.

 

O atual coordenador arquidiocesano do Terço dos Homens Mãe Rainha, Antônio Brainer, faz parte do movimento desde a sua criação, em 1996. “Iniciamos o Terço dos Homens no santuário em Ouro Preto com apenas 12 homens. Através desta devoção, muitos homens vêm sendo resgatados para a Igreja, acolhidos e transformados. Brainer conta ainda que o Terço dos Homens Mãe Rainha instrumentaliza os homens a se tornarem agentes multiplicadores e missionários, contribuindo para melhorar a participação do homem na família, na Igreja e na sociedade.

 

O padre Pedro Cabello é o reitor do Santuário Mãe Rainha em Olinda e assessor do Terço dos Homens Mãe e Rainha no regional Nordeste. O serviço apostólico Terço dos Homens Mãe Rainha (THMR) compreende alguns regionais da CNBB. O berço da espiritualidade onde nasceu o movimento do Terço dos Homens Mãe Rainha é o Santuário Mãe Rainha de Schoenstatt em Ouro Preto, Olinda.

 

A assessoria do THMR, no Brasil, também é organizada por Regionais. O padre Vandemir Meister, assessor do Terço dos Homens Mãe e Rainha no regional Sudeste, nos conta como surgiu o movimento Terço dos Homens Mãe Rainha: “O Terço dos Homens é uma nova irrupção da graça do Espírito Santo na Igreja do Brasil. O homem rezando o terço é algo novo e interessante. Deus quer que os homens se reúnam para rezar o terço e para que sejam educados pela Mãe e Rainha.

 

Estilo masculino de rezar – Eu creio que esse novo acontecer é uma graça de Deus, que somente os homens se reúnam para rezar do seu jeito. É a ocasião e momento para que ele desenvolva pessoalmente seu mundo de oração ao seu estilo. E em todo caso, o terço dos homens quer promover a oração em família, que o homem e a mulher aprendam a rezar juntos. O mais importante é que no THMR o homem aprende a desenvolver o jeito masculino de se relacionar com Deus…

 

Quando nasceu o Terço dos Homens no Brasil – O Terço para Homens já é bem antigo no Brasil. Na época da escravidão ele já existia. Eram os escravos que se reuniram com os missionários para rezar o terço. O “Terço dos Homens dos Pretos” é um exemplo disso. Depois, houve grupos isolados de homens que, de quando em quando, se reuniam para rezar o terço. Temos vários exemplo

 

s na história da Igreja no Brasil de grupos de homens que se reuniram para rezar o terço. Mas, o novo é a irrupção e expansão missionária do Terço dos Homens Mãe Rainha que surge a partir do Santuário de Schoenstatt, em Olinda/PE.

 

Como nasce o Terço dos Homens no Santuário de Olinda – O padre José Pontes -um padre de Schoenstatt que trabalha no Paraguai – visitando uma paróquia em Jaboatão, em Pernambuco, deparou-se com um grupo de homens que se reuniam para rezar o terço. Inspirado nessa experiência, ele teve a idéia formar um grupo semelhante no Santuário da Mãe e Rainha, em Olinda. Esse Santuário foi consagrado com um ideal e missão muito atual e exigente: ser um Santuário ao serviço da Nova Evangelização. Padre Pontes, em seguioda, convidou alguns homens que frequentavam assiduamente o Santuário, para assumir essa ideia evangelizadora e começar a rezar o terço mensalmente. Com a reza do Terço, no santuário, lentamente vão-se inserindo no carisma e na espiritualidade do Movimento Apostólico de Schoenstatt. No mês de maio de 1997, surgiu a ideia rezar o teço semanalmente, pois era o mês de Maria. Os homens assumiram esse propósito, mas não somente este, também uma atitude missionária: fundar o THMR em outras paróquias da arquidiocese de Olinda e Recife; pois a experiência que tinham vivido, rezando o terço em comum, tinha produzido entre eles, grandes frutos de transformação. Eles atribuíam essa graça ao Santuário da Mãe e Rainha, que lhes dava força missionária para expandir o THMR.

 

Informações: (81)98722-8465 (Coordenação do Terço dos Homens na Arquidiocese – Sr. Antônio Brainer) ou por e-mail: recadosdanatureza@gmail.com

(Pascom Arquidiocese)

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
© 2017 Terço dos Homens Mãe Rainha
  • Flickr Social Icon
  • Instagram ícone social